Com tumor cerebral grave, João Miguel conta com a solidariedade para custear tratamento

(0 avaliação)

Joãozinho no Diário Gaúcho

Há pouco mais de um mês, a vida da família do pequeno João Miguel Pinheiro Rodrigues, que fará três anos no dia 1º de abril, mudou completamente. Moradores do Jardim Planalto, na Capital, eles souberam, na madrugada de 29 de janeiro, que o garoto sofre de glioblastoma multiforme de grau 4, tumor cerebral comum e bastante grave.

Para custear cirurgias e tratamentos, familiares lançaram uma campanha na internet chamada #ForçaJoãozinho, para arrecadar R$ 30 mil. Na semana passada, surgiram novos gastos, e João precisa de, pelo menos, mais R$ 5 mil. No site de doações coletivas Vakinha, o valor arrecado até a manhã desta segunda-feira passava dos R$ 21,5 mil.

Suposta virose

Pais de João, a auxiliar administrativa desempregada Daniele Lopes Pinheiro, 31 anos, e o atendente dos Correios Silvinei Alexson de Moraes Rodrigues, 39 anos, estão cheios de esperança de que o menino terá uma vida incrível pela frente. Até a descoberta do câncer, segundo Daniele, ele não apresentava problemas de saúde.

— Duas semanas antes de descobrirmos o tumor, ele começou a ter crises de vômito frequentes. Levávamos ao hospital e nos mandavam para casa, dizendo que era uma virose. Um dia, ele acordou estrábico. Aí, o levamos novamente ao médico, afirmando que não sairíamos de lá sem um diagnóstico, pois os sintomas não eram só de virose. Ele não conseguia caminhar sozinho e notamos que parecia não estar enxergando bem — conta Daniele.

Após uma bateria de exames, veio a notícia. Um tumor de 5cm, alojado no cérebro de Joãozinho.

— Hoje, estou muito forte, confiando que ele vai sair dessa, mas, na hora, meu chão caiu — relembra Daniele.

Muita conversa

Em 31 de janeiro, João passou por uma cirurgia para retirada de parte do tumor, que passou por biópsia. O plano de saúde não cobre a operação, que custou R$ 30 mil – este é o primeiro objetivo financeiro a ser alcançado.

A alegria de viver de João contagiou a equipe médica e todos os familiares e amigos que o visitam. Já carequinha, ele ganhou um boneco que também é careca e que, como ele, usa uma faixa na cabeça.

— Eu e o Silvinei conversamos muito com ele. A gente explicou que ele está dodói na cabeça, mas que os médicos estão cuidando pra que fique bom logo — conta Daniele.

O próximo passo da equipe médica é definir por qual tratamento oncológico – rádio ou quimioterapia, ou ambos – o menino passará. Ele tem apresentado febre alta e, para fazer quaisquer destes tratamentos, é essencial que esteja com a imunidade alta.

— Oramos todos os dias e não acreditamos que ele vá nos deixar tão cedo. Contamos com a ajuda das pessoas para dar uma melhor qualidade de vida para o Joãozinho — emociona-se a mãe.

Como ajudar

Acompanhe o dia a dia do João pela página no Facebook: facebook.com/forcajoaozinho ou pelo site ajudeojoaozinho.com.br.

Doações podem ser feitas na vaquinha online: vakinha.com.br/vakinha/forcajoaozinho.

Também é possível fazer depósito na conta bancária da família, na Caixa Econômica Federal, em nome de João Miguel Pinheiro Rodrigues. Os demais dados são os seguintes: CPF 044.723.750-01, agência 0428, operação 013, conta 32.482-4.

Publicado no Diário Gaúcho em 06/03/2017: http://diariogaucho.clicrbs.com.br/rs/dia-a-dia/noticia/2017/03/com-tumor-cerebral-grave-joao-miguel-conta-com-a-solidariedade-para-custear-tratamento-9741608.html

 

1 Comentario

Deixe um comentário

Certifique-se que você informou (*) todoas as informações requeridas. Código HTML não é permitido.

Artigos relacionados

Fale conosco

Se você quiser entrar em contato conosco pode usar nosso formulário de contato.

contate-nos